TISEC

Análise de Vulnerabilidade – O que é isso?

Análise de Vulnerabilidade – O que é isso?

Análise de Vulnerabilidades (AV) é uma inspeção de segurança realizada em sistemas de computadores, aplicativos, infraestrutura de redes e web, que permite verificar quais riscos de cibersegurança uma empresa possui, como por exemplo, o perigo de um hacker invadir o sistema e obter informações sensíveis.

Ela mitiga grandes prejuízos para as corporações, pois permite que as empresas obtenham informações sobre vulnerabilidades em seu ambiente antes que criminosos a fação, desta forma auxiliam na correção de falhas de segurança.

Pode-se dizer que essa averiguação é um processo preventivo.

A Análise, defini, identifica, classifica e prioriza em grau de importância as vulnerabilidades que precisam ser retificadas no ambiente interno e externo de TI.

Mesmo que uma companhia já possua uma boa infraestrutura de Segurança da Informação, é primordial que ela realize periodicamente a Análise de Vulnerabilidade, pois as ameaças de cibersegurança estão em constante evolução e a procura de brechas para realizar seus ataques.

Identifica-las antes que aconteçam, evita prejuízos graves, como por exemplo, um grande período de indisponibilidade ou multas como a da da Lei Geral de Proteção de Dados que podem chegar a 2% do faturamento da empresa e até 50 milhões de reais por infração cometida.

Como a análise de Vulnerabilidade é feita?

Realizar a Análise de Vulnerabilidade manualmente seria um trabalho quase impossível de se fazer pois para cada uma única identificação de vulnerabilidade, seriam necessários muitos processos, os quais, o especialista dedicaria um grande tempo. Imagina fazer isso com todas as possíveis vulnerabilidades que uma única empresa pode ter, o valor para este serviço seria muito alto, além de possivelmente não atender as expectativas do cliente.



Desta maneira foram criados softwares, para automatizar o processo de Análise de Vulnerabilidade, facilitando muito as enumerações dos gaps em graus de riscos para a corporação.

(Veja no vídeo abaixo o especialista da Tisec, Fernando Henrique, realizar uma simulação de Análise de Vulnerabilidade, com o software Nessus)

Título Novo

Vídeo Youtube Simulação Análise de Vulnerabilidade

Quais são as etapas para fazer uma Análise de Vulnerabilidade?

Abaixo listamos 4 passos da análise.

1. Reconheça todos os ativos de TI

Para iniciar o processo da análise, é primordial identificar todos os ativos internos e externos de Tecnologia da Informação da companhia, como por exemplo a infraestrutura de softwares, hardwares e peopleware, web, entre outros.

Esse reconhecimento é necessário para identificar em quais Hosts a averiguação de segurança, será realizada. Ela pode ser feita em todo o ambiente de TI da empresa ou em apenas parte dele.

2. Realize um Scan das Vulnerabilidades

Para fazer o escaneamento das vulnerabilidades é necessário um software próprio. A ferramenta irá identificar todas as vulnerabilidades do ambiente através da varredura de Ip´s externos ou ativos da rede interna.

Nesta etapa, o especialista de SI, determina quais plugins da ferramenta serão selecionados, de acordo com as particularidades dos Hosts analisados.

3. Faça a avaliação das vulnerabilidades

Esta etapa é de extrema importância pois é ela que irá identificar as ameaças, classificando-as a partir dos riscos que oferecem para o ambiente de TI da empresa.

Esta avaliação irá conduzir as soluções para as correções dos gaps de segurança.

4. Trate os riscos em graus de prioridade

 Realizada a avaliação das vulnerabilidades e com os seus riscos enumerados em graus de gravidade, a empresa precisa organizar-se para conseguir saná-las.

Pode-se classificar o grau de prioridade para a resolução das vulnerabilidades em uma escala de 1 a 5. Esta escala diz respeito ao tipo de informação que estas vulnerabilidades podem expor. Confira a escala abaixo:

1. Informações públicas sobre a organização

2. Dados internos da empresa, mas que não são confidenciais

3. Informações sensíveis

4. Dados que não podem ser vistos por todos os colaboradores da companhia, como por exemplo holerites.

5. Todas as informações confidenciais

Defina um plano para corrigir essas falhas.

A Análise de Vulnerabilidade é usada para detectar gaps de segurança do ambiente interno e externo de TI e mostra relatórios com possíveis soluções, porém não é capaz de resolver os mesmos. Para isso é necessário elaborar um Plano de Gerenciamento de Vulnerabilidade.

O Plano de Gerenciamento de vulnerabilidade é um programa que visa além de identificar os gaps de segurança, corrigi-los.

A análise de Vulnerabilidade dá o suporte necessário para a elaboração do Plano de Gerenciamento de Vulnerabilidade, fazendo dela uma solução primordial para evitar desastres de Segurança da Informação.

Quer conhecer de fato os riscos que sua empresa pode estar passando e você nem sabe? Realize uma Análise de Vulnerabilidade na sua companhia.

Compartilhe:

Posts Recentes:

Terceirização de TI: Descubra as Vantagens de Delegar suas Necessidades de Tecnologia

Pentests – Conheça sua importância

Malwarebytes a melhor opção de antivírus

Compartilhe:

Posts Recentes:

Terceirização de TI: Descubra as Vantagens de Delegar suas Necessidades de Tecnologia

Pentests – Conheça sua importância

Malwarebytes a melhor opção de antivírus